PEV Entertainment
Twitter
Facebook
YouTube
Flickr
MySpace
RSS
Newsletter
  • StingMV2019_1
    Ver mais
    STING
  • StingMV2019_1
    Ver mais
    STING
  • StingMV2019_1
    Ver mais
    STING
Quem gostaria de ver ao vivo em Portugal?
StingMV20192_2
Comprar Bilhetes para STING
21 de Julho | Festival Meo Marés Vivas
A Cherrytree Management, Live Nation e a PEV Entertainment confirmam que “Sting: My Songs” fará uma digressão pela Europa no próximo verão, com apresentações muito especiais em festivais e concertos, incluindo um regresso ao Festival Meo Marés Vivas em Vila Nova de Gaia, Portugal, no dia 21 de Julho. Datas adicionais da turné serão anunciadas em breve.


“Sting: My Songs” será um espetáculo dinâmico e animado, focado nas mais amadas músicas escritas por Sting que abrangem a prolífica carreira de vencedor de prémios Grammy por 16 vezes com The Police e como artista a solo. Os fãs vão poder ouvir “Englishman In New York,” “Fields Of Gold,” “Shape Of My Heart,” “Every Breath You Take,” “Roxanne,” “Message In A Bottle” e muitas mais, com Sting acompanhado por um conjunto de rock elétrico.


Sting: My Songs irá apresentar-se no Festival Meo Marés Vivas a 21 de julho, com bilhetes à venda a partir de segunda-feira, 03 de Dezembro às 9:00. Os preço dos bilhetes para o festival em 2019 é de 33 euros para bilhetes diários, 61 euros para passes gerais. Os bilhetes encontram-se disponíveis na Ticketline, na Blueticket, na FNAC, nos CTT e em masqueticket.es.

Os membros do Fã-Clube de Sting terão a oportunidade de ter acesso aos bilhetes em mercados selecionados, visitando www.sting.com.



SOBRE STING:

Compositor, cantor, ator, autor e ativista, Sting nasceu em Newcastle, Inglaterra, antes de se mudar para Londres em 1977 para formar os The Police com Stewart Copeland e Andy Summers. A banda lançou cinco álbuns de estúdio, ganhou seis prémios Grammy e dois prémios Brits, e foi introduzida no The Rock and Roll Hall of Fame em 2003.

Sendo um dos artistas solo com mais dintinção em todo o mundo, Sting recebeu mais 10 prémios Grammy, dois Brits, um Globo de Ouro, um Emmy e quatro nomeações aos Oscars (incluindo a nomeação de 2017 para “The Empty Chair” de JIM: THE JAMES FOLEY STORY) , uma nomeação para os prémios TONY, o prémio Century da revista Billboard e o prémio Personalidade do Ano de 2004 da MusiCares. Também um membro do Hall da Fame dos Compositores, Sting foi premiado com o Kennedy Center Honors, com o The American Music Award of Merit e o prémio da Polar Music. Além disso, Sting foi premiado Honorary Doctorates of Music pela Universidade de Northumbria (1992), Berklee College of Music (1994), Universidade de Newcastle upon Tyne (2006) e Brown University na 250º cerimónia de formatura (2018).

Após o seu aclamado álbum, “57th & 9th”(a primeira coleção rock / pop de mais de uma década), Sting e a estrala da música reggae, Shaggy, lançaram um álbum em colaboração, um álbum influenciado pela ilha, intitulado “44/876”, que espelha as diversas colaborações musicais ao longo da sua carreira, que é característica da sua música. Com o título que faz referência aos códigos do seu país natal, 44/876, primeiramente homenageiam o amor pela Jamaica: a terra natal de Shaggy e o lugar onde Sting escreveu clássicos como "Every Breath You Take".

No verão de 2018, Sting e Shaggy embarcaram numa turné por vários locais históricos, onde os dois vencedores dos Grammy atuaram os seus maiores êxitos bem como músicas do novo álbum juntos, integrando membros das respectivas bandas. A tour 44/876 World também passou pela América do Norte, América do Sul e Europa Oriental.

Ao longo da sua ilustre carreira, Sting vendeu perto de 100 milhões de álbuns do seu trabalho com os The Police e como artista a solo.
Sting apareceu em mais de 15 filmes, foi produtor executivo do criticamente aclamado filme “Um Guia para Reconhecer Seus Santos” e, em 1989, entrou na Brodway no “The Threepenny Opera”. O seu projeto teatral mais recente foi o musical nomeado para os TONY “The Last Ship”, inspirado nas memórias que tinha da comunidade de construção naval de Wallsend, no nordeste da Inglaterra, onde nasceu e cresceu. O espetáculo, que conta com música e letra de Sting, estreou na Broadway em 2014/2015 e realizou uma turné teatral pelo Reino Unido que aconteceu entre Março e Julho de 2018. No próximo ano, Sting terá o papel de Jackie White (capataz do estaleiro) na produção baseada em “The Last Ship” em Toronto no Princess of Wales Theatre de 9 de Fevereiro a 24 de Março de 2019.

O apoio de Sting a organizações de direitos humanos, como a Rainforest Fund, a Aministia Internacional e o Live Aid, reflete o alcance universal da sua música. Juntamente com a esposa Trudie Styler, Sting fundou a Rainforest Fund em 1989 para proteger as florestas tropicais do mundo e os povos indígenas que vivem nas mesmas. Juntos, realizaram 18 concertos de benefeciênica para arrecadar fundos e consciencializar as pessoas sobre os recursos do nosso planeta que se encontram em permanente ameaça. Desde a sua fundação, o Rainforest Fund expandiu-se numa série de organizações interconectadas que trabalham em mais de 20 países em três continentes.


SOBRE A CHERRYTREE MUSIC COMPANY:

Fundada em 2005 pelo produtor / compositor nomeado para um Grammy Martin Kierszenbaum, a Cherrytree Music Company faz a gestão, gravação e edição de uma série de artistas, produtores e mixers que impulsionam o criativo na música popular. A Cherrytree teve um impacto indelével no cenário musical, como gerência do celebrado músico e ícone cultural Sting até o lançamento dos dois primeiros álbuns de Lady Gaga. A Cherrytree Music Company lançou os recordes artísticos e inovadores dos Feist, Ellie Goulding, Robyn, Roux, LMFAO, Far East Movement e Disclosure e vendeu mais de 35 milhões de unidades. Ao longo dos anos, a Cherrytree Music Company tornou-se uma fonte vital da música pop e como catalisadora na colaboração e inovação de artistas. Para mais informações sobre a Cherrytree Music Company, visite https://soundcloud.com/cherrytree-radio/cherrytree-records-10th-anniversary-special

Ver mais
StingMV20192_2
Comprar Bilhetes para STING
21 de Julho | Festival Meo Marés Vivas
A Cherrytree Management, Live Nation e a PEV Entertainment confirmam que “Sting: My Songs” fará uma digressão pela Europa no próximo verão, com apresentações muito especiais em festivais e concertos, incluindo um regresso ao Festival Meo Marés Vivas em Vila Nova de Gaia, Portugal, no dia 21 de Julho. Datas adicionais da turné serão anunciadas em breve.


“Sting: My Songs” será um espetáculo dinâmico e animado, focado nas mais amadas músicas escritas por Sting que abrangem a prolífica carreira de vencedor de prémios Grammy por 16 vezes com The Police e como artista a solo. Os fãs vão poder ouvir “Englishman In New York,” “Fields Of Gold,” “Shape Of My Heart,” “Every Breath You Take,” “Roxanne,” “Message In A Bottle” e muitas mais, com Sting acompanhado por um conjunto de rock elétrico.


Sting: My Songs irá apresentar-se no Festival Meo Marés Vivas a 21 de julho, com bilhetes à venda a partir de segunda-feira, 03 de Dezembro às 9:00. Os preço dos bilhetes para o festival em 2019 é de 33 euros para bilhetes diários, 61 euros para passes gerais. Os bilhetes encontram-se disponíveis na Ticketline, na Blueticket, na FNAC, nos CTT e em masqueticket.es.

Os membros do Fã-Clube de Sting terão a oportunidade de ter acesso aos bilhetes em mercados selecionados, visitando www.sting.com.



SOBRE STING:

Compositor, cantor, ator, autor e ativista, Sting nasceu em Newcastle, Inglaterra, antes de se mudar para Londres em 1977 para formar os The Police com Stewart Copeland e Andy Summers. A banda lançou cinco álbuns de estúdio, ganhou seis prémios Grammy e dois prémios Brits, e foi introduzida no The Rock and Roll Hall of Fame em 2003.

Sendo um dos artistas solo com mais dintinção em todo o mundo, Sting recebeu mais 10 prémios Grammy, dois Brits, um Globo de Ouro, um Emmy e quatro nomeações aos Oscars (incluindo a nomeação de 2017 para “The Empty Chair” de JIM: THE JAMES FOLEY STORY) , uma nomeação para os prémios TONY, o prémio Century da revista Billboard e o prémio Personalidade do Ano de 2004 da MusiCares. Também um membro do Hall da Fame dos Compositores, Sting foi premiado com o Kennedy Center Honors, com o The American Music Award of Merit e o prémio da Polar Music. Além disso, Sting foi premiado Honorary Doctorates of Music pela Universidade de Northumbria (1992), Berklee College of Music (1994), Universidade de Newcastle upon Tyne (2006) e Brown University na 250º cerimónia de formatura (2018).

Após o seu aclamado álbum, “57th & 9th”(a primeira coleção rock / pop de mais de uma década), Sting e a estrala da música reggae, Shaggy, lançaram um álbum em colaboração, um álbum influenciado pela ilha, intitulado “44/876”, que espelha as diversas colaborações musicais ao longo da sua carreira, que é característica da sua música. Com o título que faz referência aos códigos do seu país natal, 44/876, primeiramente homenageiam o amor pela Jamaica: a terra natal de Shaggy e o lugar onde Sting escreveu clássicos como "Every Breath You Take".

No verão de 2018, Sting e Shaggy embarcaram numa turné por vários locais históricos, onde os dois vencedores dos Grammy atuaram os seus maiores êxitos bem como músicas do novo álbum juntos, integrando membros das respectivas bandas. A tour 44/876 World também passou pela América do Norte, América do Sul e Europa Oriental.

Ao longo da sua ilustre carreira, Sting vendeu perto de 100 milhões de álbuns do seu trabalho com os The Police e como artista a solo.
Sting apareceu em mais de 15 filmes, foi produtor executivo do criticamente aclamado filme “Um Guia para Reconhecer Seus Santos” e, em 1989, entrou na Brodway no “The Threepenny Opera”. O seu projeto teatral mais recente foi o musical nomeado para os TONY “The Last Ship”, inspirado nas memórias que tinha da comunidade de construção naval de Wallsend, no nordeste da Inglaterra, onde nasceu e cresceu. O espetáculo, que conta com música e letra de Sting, estreou na Broadway em 2014/2015 e realizou uma turné teatral pelo Reino Unido que aconteceu entre Março e Julho de 2018. No próximo ano, Sting terá o papel de Jackie White (capataz do estaleiro) na produção baseada em “The Last Ship” em Toronto no Princess of Wales Theatre de 9 de Fevereiro a 24 de Março de 2019.

O apoio de Sting a organizações de direitos humanos, como a Rainforest Fund, a Aministia Internacional e o Live Aid, reflete o alcance universal da sua música. Juntamente com a esposa Trudie Styler, Sting fundou a Rainforest Fund em 1989 para proteger as florestas tropicais do mundo e os povos indígenas que vivem nas mesmas. Juntos, realizaram 18 concertos de benefeciênica para arrecadar fundos e consciencializar as pessoas sobre os recursos do nosso planeta que se encontram em permanente ameaça. Desde a sua fundação, o Rainforest Fund expandiu-se numa série de organizações interconectadas que trabalham em mais de 20 países em três continentes.


SOBRE A CHERRYTREE MUSIC COMPANY:

Fundada em 2005 pelo produtor / compositor nomeado para um Grammy Martin Kierszenbaum, a Cherrytree Music Company faz a gestão, gravação e edição de uma série de artistas, produtores e mixers que impulsionam o criativo na música popular. A Cherrytree teve um impacto indelével no cenário musical, como gerência do celebrado músico e ícone cultural Sting até o lançamento dos dois primeiros álbuns de Lady Gaga. A Cherrytree Music Company lançou os recordes artísticos e inovadores dos Feist, Ellie Goulding, Robyn, Roux, LMFAO, Far East Movement e Disclosure e vendeu mais de 35 milhões de unidades. Ao longo dos anos, a Cherrytree Music Company tornou-se uma fonte vital da música pop e como catalisadora na colaboração e inovação de artistas. Para mais informações sobre a Cherrytree Music Company, visite https://soundcloud.com/cherrytree-radio/cherrytree-records-10th-anniversary-special

Ver mais
StingMV20192_2
Comprar Bilhetes para STING
21 de Julho | Festival Meo Marés Vivas
A Cherrytree Management, Live Nation e a PEV Entertainment confirmam que “Sting: My Songs” fará uma digressão pela Europa no próximo verão, com apresentações muito especiais em festivais e concertos, incluindo um regresso ao Festival Meo Marés Vivas em Vila Nova de Gaia, Portugal, no dia 21 de Julho. Datas adicionais da turné serão anunciadas em breve.


“Sting: My Songs” será um espetáculo dinâmico e animado, focado nas mais amadas músicas escritas por Sting que abrangem a prolífica carreira de vencedor de prémios Grammy por 16 vezes com The Police e como artista a solo. Os fãs vão poder ouvir “Englishman In New York,” “Fields Of Gold,” “Shape Of My Heart,” “Every Breath You Take,” “Roxanne,” “Message In A Bottle” e muitas mais, com Sting acompanhado por um conjunto de rock elétrico.


Sting: My Songs irá apresentar-se no Festival Meo Marés Vivas a 21 de julho, com bilhetes à venda a partir de segunda-feira, 03 de Dezembro às 9:00. Os preço dos bilhetes para o festival em 2019 é de 33 euros para bilhetes diários, 61 euros para passes gerais. Os bilhetes encontram-se disponíveis na Ticketline, na Blueticket, na FNAC, nos CTT e em masqueticket.es.

Os membros do Fã-Clube de Sting terão a oportunidade de ter acesso aos bilhetes em mercados selecionados, visitando www.sting.com.



SOBRE STING:

Compositor, cantor, ator, autor e ativista, Sting nasceu em Newcastle, Inglaterra, antes de se mudar para Londres em 1977 para formar os The Police com Stewart Copeland e Andy Summers. A banda lançou cinco álbuns de estúdio, ganhou seis prémios Grammy e dois prémios Brits, e foi introduzida no The Rock and Roll Hall of Fame em 2003.

Sendo um dos artistas solo com mais dintinção em todo o mundo, Sting recebeu mais 10 prémios Grammy, dois Brits, um Globo de Ouro, um Emmy e quatro nomeações aos Oscars (incluindo a nomeação de 2017 para “The Empty Chair” de JIM: THE JAMES FOLEY STORY) , uma nomeação para os prémios TONY, o prémio Century da revista Billboard e o prémio Personalidade do Ano de 2004 da MusiCares. Também um membro do Hall da Fame dos Compositores, Sting foi premiado com o Kennedy Center Honors, com o The American Music Award of Merit e o prémio da Polar Music. Além disso, Sting foi premiado Honorary Doctorates of Music pela Universidade de Northumbria (1992), Berklee College of Music (1994), Universidade de Newcastle upon Tyne (2006) e Brown University na 250º cerimónia de formatura (2018).

Após o seu aclamado álbum, “57th & 9th”(a primeira coleção rock / pop de mais de uma década), Sting e a estrala da música reggae, Shaggy, lançaram um álbum em colaboração, um álbum influenciado pela ilha, intitulado “44/876”, que espelha as diversas colaborações musicais ao longo da sua carreira, que é característica da sua música. Com o título que faz referência aos códigos do seu país natal, 44/876, primeiramente homenageiam o amor pela Jamaica: a terra natal de Shaggy e o lugar onde Sting escreveu clássicos como "Every Breath You Take".

No verão de 2018, Sting e Shaggy embarcaram numa turné por vários locais históricos, onde os dois vencedores dos Grammy atuaram os seus maiores êxitos bem como músicas do novo álbum juntos, integrando membros das respectivas bandas. A tour 44/876 World também passou pela América do Norte, América do Sul e Europa Oriental.

Ao longo da sua ilustre carreira, Sting vendeu perto de 100 milhões de álbuns do seu trabalho com os The Police e como artista a solo.
Sting apareceu em mais de 15 filmes, foi produtor executivo do criticamente aclamado filme “Um Guia para Reconhecer Seus Santos” e, em 1989, entrou na Brodway no “The Threepenny Opera”. O seu projeto teatral mais recente foi o musical nomeado para os TONY “The Last Ship”, inspirado nas memórias que tinha da comunidade de construção naval de Wallsend, no nordeste da Inglaterra, onde nasceu e cresceu. O espetáculo, que conta com música e letra de Sting, estreou na Broadway em 2014/2015 e realizou uma turné teatral pelo Reino Unido que aconteceu entre Março e Julho de 2018. No próximo ano, Sting terá o papel de Jackie White (capataz do estaleiro) na produção baseada em “The Last Ship” em Toronto no Princess of Wales Theatre de 9 de Fevereiro a 24 de Março de 2019.

O apoio de Sting a organizações de direitos humanos, como a Rainforest Fund, a Aministia Internacional e o Live Aid, reflete o alcance universal da sua música. Juntamente com a esposa Trudie Styler, Sting fundou a Rainforest Fund em 1989 para proteger as florestas tropicais do mundo e os povos indígenas que vivem nas mesmas. Juntos, realizaram 18 concertos de benefeciênica para arrecadar fundos e consciencializar as pessoas sobre os recursos do nosso planeta que se encontram em permanente ameaça. Desde a sua fundação, o Rainforest Fund expandiu-se numa série de organizações interconectadas que trabalham em mais de 20 países em três continentes.


SOBRE A CHERRYTREE MUSIC COMPANY:

Fundada em 2005 pelo produtor / compositor nomeado para um Grammy Martin Kierszenbaum, a Cherrytree Music Company faz a gestão, gravação e edição de uma série de artistas, produtores e mixers que impulsionam o criativo na música popular. A Cherrytree teve um impacto indelével no cenário musical, como gerência do celebrado músico e ícone cultural Sting até o lançamento dos dois primeiros álbuns de Lady Gaga. A Cherrytree Music Company lançou os recordes artísticos e inovadores dos Feist, Ellie Goulding, Robyn, Roux, LMFAO, Far East Movement e Disclosure e vendeu mais de 35 milhões de unidades. Ao longo dos anos, a Cherrytree Music Company tornou-se uma fonte vital da música pop e como catalisadora na colaboração e inovação de artistas. Para mais informações sobre a Cherrytree Music Company, visite https://soundcloud.com/cherrytree-radio/cherrytree-records-10th-anniversary-special

Ver mais
© 2010 PEVENTERTAINMENT Todos os direitos reservados
Powered By Wiremaze